Styles Clash XII – Never Quit

“Muitos dizem que sou apenas mais um a tentar. Eu digo que sou menos um a desistir.”

Diego Marchi

Qual é a magia do Pro Wrestling? Porque será tão especial? Quais serão as razões que farão os seus fãs o seguirem religiosamente? São perguntas com que todos nós nos debatemos, quando reflectimos sobre aquilo que nos verdadeiramente move, sobre aquilo que nos provoca esta paixão sobre esta, ou qualquer outra arte reconhecida mundialmente.

Nesta indústria tudo se move á volta de sacrifício, paixão, amor, garra, empenho, vitórias, derrotas, conquistas, celebração, alegria, tristeza, os adjectivos para a descrever são infindáveis, e apesar da distância que pareçam ter, e dos seus contrastes, em termos sentimentais todos acabam por ser sinónimos. Sinónimos do entertenimento desportivo mais apaixonante do mundo : Professional Wrestling.

Tudo o que podemos presenciar neste mundo, sobre este “mundo”, que faz vibrar milhões de fãs, torna-se especial. Tudo, desde aquele momento que nos irá marcar para toda a vida, desde aquele momento em que nos sentimos defraudados por aquilo a que assistimos, todos os momentos, bons e maus, banais e inesquecíveis, surpreendentes e monótonos, todos acabam por ser especiais aos olhos de um verdadeiro fã.

São poucos, muito poucos, aqueles momentos em que a acção parece congelar no tempo, e em que apesar de toda a rapidez que se desenvolvam, esses momentos parecem ficar marcados para a eternidade. Momentos que conseguimos rever na nossa mente. Que conseguimos re-viver na nossa imaginação, com a mesma intensidade vezes e vezes sem conta.

Momentos em que magia acontece, em câmara lenta, sem nunca revelar o seu truque, levando-nos a acreditar que tudo é possível. E, é. A verdadeira beleza do Pro Wrestling é que nos leva a acreditar que não existem barreiras, que não existe a palavra impossível, e que tudo pode acontecer. São poucos esses momentos, mas no Wrestling eles acontecem quando menos podemos esperar.

Foi essa mesma magia que só o Wrestling possuiu, que empurrou gerações e gerações de fãs, tal como cada um de nós, a fazer tudo, tudo o que fosse humanamente possível para poderem experenciar, e embarcar numa viagem incerta, onde nada estaria garantido, que tanto poderia ser longa mas sem qualquer glória e sem atingir o seu destino, ou de um curto sucesso, abruptamente afundado no impiedoso mar do fracasso. Poucos, seriam aqueles que conseguiriam fazer desta uma viagem só de ida, para altos voos nesta Indústria.

Foi esse toque mágico que levou Shawn Michaels a tornar-se no homem que é hoje. Foi essa magia do Pro Wrestling, que nos trouxe um jovem convencido e irreverente a revolucionar a divisão de Tag Team ao lado de Marty Jennety. A trazer credibilidade e valor Titulo Intercontinental. Foi esta magia que impulsionou a rivalidade mais épica da história da Indústria que colocou frente a frente Shawn Michaels e Bret “The Hitman” Hart. Uma épica batalha, que culminou na conquista não só do Titulo da WWE para o “HBK”, mas acima de tudo na conquista do seu sonho. Foi esse toque mágico que fez explodir o Grupo mais irreverente, cómico, e entusiasmante da WWE, D-Generation-X.

Foi esta beleza do Wrestling Profissional que possibilitou ao “Wrestling Machine” Kurt Angle, vencer uma medalha Olímpica para o seu pais, com o pescoço partido, movido apenas pela sua garra, determinação e paixão. Esses mesmos atributos, foram os que o levaram ao sucesso na Indústria do Pro Wrestling, e que tornaram o seu nome imortal na história.

Foi tudo isto que possibilitou a existência de homens como, Hulk Hogan, o héroi americano que á boa moda de um qualquer Super Héroi da “Marvel” defendia o orgulho da sua pátria, e garantia a segurança da mesma destruindo todos os Vilãos maléficos que ameaçavam o seu trono.

Foi tudo isto que levou ao nascimento de lendas como o “Nature Boy” Ric Flair que ao longo de mais de 3 décadas se destacou sobre todas as outras figuras que foram suas contemporâneas e que se manteve, não sempre no trono, mas fazendo sempre parte da “corte” que imperou o Wrestling Profissional durante um longo e duradouro espaço de tempo.

Foi tudo isto, esta paixão, que levou á queda de um “Mito” como foi Curt Henning, o homem conhecido por ser simplesmente perfeito, que sempre demonstrou a sua mestria, que sempre personificou o que de melhor existe neste “mundo”, sem que tudo isso, todo o seu esforço e dedicação, todo o seu potencial, toda a sua “perfeição”, fosse suficiente para ter o reconhecimento que merecia. A viagem ao topo, nunca foi verdadeiramente atingida, caindo por terra assim o “Mito” de Mr.Perfect no fatídico, 10 de Fevereiro de 2003 que colocou um fim ao seu legado.

È por tudo isto que o Wrestling é especial. Porque Wrestling, é drama, é comédia, é terror, é paixão, cinema, teatro. Porque é politica, desporto. Porque é realidade e ficção.

Todos temos esta paixão pela sua magia própria. Nós acompanhamos, porque sabemos que a qualquer momento poderemos assistir ao nascimento do “próximo” “Stone Cold” Steve Austin. Nós acompanhamos, esperando ansiosamente pela próxima história que surgirá, que nos poderá prender até ao seu desenlace. Acima de tudo, nós acompanhamos “tudo isto” porque, por entre os bons e os maus momentos, por entre todos os tempos difíceis, algo irá surgir, um combate, uma promo, um simples olhar intenso entre dois adversários, dois rivais, que nos irá conseguir cativar e nos fará esquecer tudo o resto de negativo, que se possa desenrolar.

È por tudo isto que o Wrestling é tão especial e mágico, e acima de tudo é por tudo isto que nunca devemos desistir.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: